out 252014
 

Muito bem, usamos o Chrome pelo seu excelente console para testes Javascript (acho mais fácil que o do FireBug).

Porém, de uns tempos para cá o Chrome, no Windows 7, para quem fontes da família Helvética instalada, não renderiza corretamente as páginas, exibindo aqueles caracteres estranhosos.

A solução oferecida: desinstalar as fontes, porém, elas são usadas por outras aplicações e, convenhamos, ter que desinstalar fontes por conta de falha do aplicativo? Melhor seria a Google corrigir logo. Enquanto não faz, as dicas:

Tem o problema quem: Tem fontes Helvética Instaladas (neue, sanskrit, a original…), usa Windows 7, tem o Chrome atualizado (parece que foi uma atualização em meados de Julho/2014 que causou a falha) e tenta acessar sites que usam a fonte Helvética (ou família) como padrão. O Chrome simplesmente não renderiza corretamente, independente da configuração de codificação (UTF-8 etc.).

Páginas como Facebook, Pinterest e até do próprio Google, que usam a fonte Helvética aparecem assim:

Pinterest

Pinterest

Facebook

Facebook

O Próprio Google...

O Próprio Google…

 

Para solucionar, instale o complemento StyleBot no Chrome (link para: https://chrome.google.com/webstore/detail/stylebot/oiaejidbmkiecgbjeifoejpgmdaleoha).

chrome4

 

Em seguida cole no aplicativo o arquivo CSS abaixo:

@font-face {
font-family: Helvetica;
src: local('Arial');
}
@font-face {
font-family: "Helvetica Neue";
src: local('Arial');
}
@font-face {
font-family: 'Helvetica Neue Custom';
src: local('Arial');
}
@font-face {
font-family: Helvetica;
font-weight: bold;
font-weight: 700;
src: local('Arial');
}
@font-face {
font-family: "Helvetica Neue";
font-weight: bold;
font-weight: 700;
src: local('Arial');
}
@font-face {
font-family: "Helvetica Neue Custom";
font-weight: bold;
font-weight: 700;
src: local('Arial');
}

Pronto, o Chrome agora, através do complemento, substituirá a família Helvética pela Arial e tudo volta ao normal.

 

A dica foi vista no vídeo do canal Ch-Ch-Check It, e pode ser conferido abaixo, se gostou não deixe de dar o “like” no vídeo do colega (em inglês):

 

 

É isso, até a próxima!

jan 082011
 

No Windos 7, utilizamos a versão Ultimate, há um sem fim de implementos de segurança. Como atualizamos do XP para o 7 há pouco, ainda nos falta elementos para dizer se são boas implementações ou somente um conjunto de parâmetros inúteis criados para dar falsa sensação de segurança.

O grande defeito do Windows ainda permanece: é uma caixa-preta!

Se tiverem possibilidades recomendamos que uses o Ubuntu, a versão mais amigável do Linux e bem mais estável e simples que windows, porém, para nós, a criação da empresa do tio Bill ainda é necessária…temos clientes a atender…

Mas vamos ao que interessa:

Para editar alguns arquivos de configuração, como EasyPHP por exemplo, que ficam localizados na pasta de programas do sistema, o procedimento comum é alterar a permissão do arquivo, prover a alateração, restaurar as permissões anteriores.

Ou seja, três passos para cumprir uma tarefa! Muito pouco produtivo…

A solução prática:

1-Execute o editor de texto (utilizaremos o notepad, funciona perfeitamente com outros de sua preferência) como administrador;

2-Clique em salvar, e acabou! Funciona com outros tipos de arquivo também, basta abrir o programa que usará para edição como administrador.

ATENÇÃO: Ao procurar o arquivo para editar, não esqueça de alterar a busca do programa escolhido para todos os arquivos. Como exemplo: O notepad usado neste exemplo somente procura .txt e no caso precisávamos editar um arquivo .ini … por óbvio .ini não será exibido, salvo de apção “todos os arquivos” estiver selecionada.

É isso!